28 de out de 2009

Um balanço de morangos.

- O que você tá vendo?
- Eu vejo um coelho...
- Aonde?
- Ali - uma mão pequenina aponta para o céu - entre aquela nuvem gorda e a outra mais esprimidinha.
A menina olha sorrindo para o menino e também pergunta:
- E você?
O rosto compenetrado da criança analisa para então se desfazer num largo sorriso.
- Tá preparada?
- Por quê?
- Porque o meu dragão daqui a pouco vai comer o seu coelho.
A menina se levanta do chão com um olhar desafiante. Carregava nos cabelos cacheados um bocado de grama e pequenas pétalas cor de sol. Aos seus pés, o menino a olhava com dificuldade por causa da claridade.
- Tolinho. Nuvens não tem pés. Como que seu dragão vai comer meu coelho?
- Você duvida?
Marcela arregala seus olhos azuis cheios de certeza e encara Pedro por alguns segundos.
- Meu pai me explicou como a Terra muda de lugar. A gente gira sem perceber! Mas eu ainda desconfio que as minhas tonturas tem alguma coisa a ver com essa mudança de lugar toda hora. Nós damos uma volta ao redor do sol em um ano e nosso planeta gira em torno de si mesmo todo dia. Eu aposto que você não sabia essas coisas. Mas se você quer saber eu não gosto disso. E se no meio desse caminho todo a gente encontra uma nave espacial com um monte de et's ou então um cometa cai na terra! Meu pai disse que isso não é possível... mas pra mim tudo é possível! E se você olhar pra cima de novo você vai perceber que meu dragão já acabou de comer o seu coelho. Ele disse que tá satisfeito.
A pequena criança despenca sua cabeça para trás e olha uma, duas, três vezes e não encontra mais o que há poucos segundos estava lá.
- Como ele foi embora?
- Quem mandou ele ser gordo daquele jeito? O Max não comia fazia um tempão.
- Eu tinha gostado dele. Ele parecia um algodão-doce.
Pedro pega em sua mão e diz:
- Se você quiser eu peço pro Max cuspir ele de volta.
- Deixa pra lá. Eu quero ir pro balanço.
- Eu to com fome.
- Vamos pro balanço e eu divido com você os morangos que a minha mãe colocou pra mim na mochila.
- Então tá...
Os dois se levantam cheios de vida e luz. Uma luz daquelas que só as crianças possuem e conseguem transmitir. Embalados pela amizade e pelo balanço, não deixaram um moranguinho para terminar a história.


______*______

Ouçam e vejam: Strawberry swing - Coldplay
uma ótima semana :)

3 comentários:

  1. Ah cara... que coisa bucólica linda e cheia de esperança! deu até vontade de fazer um piquenique haha. mas falando sério, tem um ar de frescor seu texto incompáravel. adorei ;D

    ResponderExcluir
  2. Deu pra viajar imaginando daqui a cena disso que vc escreveu!
    =]

    A menina de cabelo cacheados me lembra alguém.há!

    ResponderExcluir
  3. Nossa o texto mais lindo que eu já li aqui juro! Amei mesmo.. fofo demais!!

    Se vcs relançarem o biscoito Foffys eu serei a primeira a comprar...hahaha
    aliás não entendo até hj o que aconteceu com essa delícia, meus professores não sabem explicar... eu compro por todos pra não sair nunca mais do mercado! hahaha se precisar de alguma coisa pro trabalho é só falar..

    Oh: mandy.boer@hotmail.com add lá!

    Beeijão

    ResponderExcluir