26 de mai de 2009

O nome das estrelas.

Eu quero muito, daqui a 'x' anos, olhar para o céu e continuar vendo estrelas.
As mesmas estrelas que vejo hoje, ou mais (nunca se sabe o dia de amanhã).
As de hoje possuem as mais variadas formas e cores, não importa a quantos zilhões de anos luz estejam de mim.
Descobri um dia que a estrela que está no céu é passado. Ou seja, não sei se ela morreu, se continua rindo, se sofreu alguma variação em sua forma; todas as suas ações, de ontem, refletem para mim, hoje. Isso é muito interessante, e verdadeiro.
Tudo o que aquela estrela fez um dia em minha vida, irá brilhar futuramente.
Como é bom semear estrelinhas.

Qual o nome da sua?

17 de mai de 2009

Eu sou consumista. Consciente, mas sou.
Ontem eu comprei um cachecol. Adoro me vestir bem, me sentir confortável, misturar cores e saber como misturá-las.

Estava agora há pouco pesquisando. Ou melhor, o google ainda há pouco pesquisou para mim sobre "semana da moda". Clico em um dos links da segunda fileira de imagens e me deparo com o seguinte zoom:

Na matéria, vem escrito: "A temida celulite -
Mas nada superou a gordurinha da top tcheca Karolina Kurkova , que desapontou na passarela da Cia. Marítima na noite de quarta, 18. Celulite no bumbum e na coxa foram tema de verdadeiras enquetes na Bienal."


Se lembram daquele comercial da Dove? "O sol brilha para todas". Pois bem, eu levanto a mão para o céu e agradeço pelas minhas gordurinhas localizadas e pelo meu bumbum de laranja. Até agora, o sol continua brilhando. Rezo para que esses comentários não afetem muito a cabeça de Karolina, e tantas outras que assumem as suas curvinhas. Tenho pra mim que ela será muito mais feliz se assumir um humilde bombom, do que uma doencinha chamada anorexia.

Karolinas do meu Brasil, vocês são brasileiras. Brasileiras tem corpo! Acreditem: nós arrasamos!

Celulite com saúde é mara! Beijo, bom domingo ;)

12 de mai de 2009

Um almoço, uma pergunta e Maktub.

Por acaso essa palavra alfabeticamente pequena possui algum valor para você?

Não por acaso ela se instalou na minha cabeça hoje.
E o mais incrível: ela veio de uma pessoa inesperada.

Estava eu entrando no restaurante para um almoço pré-trabalho com as minhas amigas. Eis que deparo com um intruso almoçando na mesa com elas: o professor de geografia de uma delas do curso. Ele é daqueles que é sempre um exemplar de colírio. Era a primeira vez que estava conversando com ele, nas outras eu só tinha babado mesmo.

Enfim, super gente boa. Papo cabeça rolando até que a conversa vai parar no braço dele(!), onde ele possui uma tatuagem com o dizer 'Maktub'.

"Está escrito", é o que significa. Só que a minha atenção se voltou para o valor de tudo aquilo que essa palavrinha envolve. Segundo tudo o que ouvi, não existe destino. "Está escrito" não no sentido literal, mas sim no sentido de que tudo segue um rumo natural de acordo com a essência de cada um de nós. Ou seja, temos escolhas e rumos em nossas vidas e aceitamo-as conforme somos e podemos. Essa escolha define a nossa próxima escolha, seja porque era a próxima etapa, ou porque aprendemos o suficiente para saber que não queremos mais aquele antigo caminho, e sim um novo. Tudo é o que deve ser sem pré-destinações, adivinhações, etc. A vida é assim.

Me deixou pensativa naquele momento porque existem certas horas que eu me conformo com o que acontece diariamente por pensar que está sendo daquele jeito e ponto. Só que em outros momentos eu decido que quero mudar (e mudo). Paro e penso: a mudança que eu quis fui eu que ocasionei. Será que se eu tivesse permanecido na mesma a minha vida seria outra? Ou, por estar escrito, só tem uma única versão (a de agora)?

Sim, é muita loucura.
O que eu sei até agora é que eu faço o meu caminho.

Queria dividir isso.
Beijotchau.

9 de mai de 2009

Evento Semana do restaurante no Rio!




Tuuudo de bom: comer. Preparem-se para a "Restaurant Week" (Semana do Restaurante) no Rio de Janeiro, do dia 11 ao dia 24 de maio.
Depois do mega sucesso do evento em SP, os cariocas também vão poder aproveitar a semaninha de preços acessíveis em restaurantes de diversos gêneros.
Os restaurantes são desafiados a criar cardápios diferentes com entrada, prato principal e sobremesa a um preço fixo: almoço R$25 +R$1 e jantar R$39+R$1 (Esse R$1 é destinado a instituições beneficentes).

Totalmente excelente, né? A partir do dia 11 é só seguir a lista abaixo e aproveitar!!!

1. Allegro Bistrô (Copacabana)
2. Applebee’s (Barra)
3. Aquim (Leblon)
4. Azzurra (Barra)
5. Bar d’Hotel – Marina All Suites (Leblon)
6. Blason – Casa Julieta de Serpa (Flamengo)
7. Benkei (Ipanema)
8. Friday’s (Barra)
9. Gatto Rosso (Barra)
10. Gloss (CasaShopping; Barra)
11. Gula Gula (Leblon, Rio Design Leblon, Gávea, Ipanema, Jardim Botânico, Rio Plaza, Fashion Mall, Barra e Rio Design Barra)
12. I Piatti (Humaitá e Barra)
13. La Pasta Gialla (Barra)
14. Lorenzo Bistrô (Jardim Botânico)
15. Manekineko (Leblon, Barra, Shopping Tijuca, Itanhangá e Humaitá)
16. Mensateria (Barra)
17. Miam Miam (Botafogo)
18. NamThai (Leblon)
19. Sawasdee Bistrô (Fashion Mall; São Conrado)
20. Skylab – Rio Othon Palace (Copacabana)
21. Tizziano (Barra)
22. Vegetariano (Leblon)
23. Vizta – Marina Palace (Leblon)
24. Zazá Bistrô (Ipanema)

Bom apetite!

www.restaurantweek.com.br

3 de mai de 2009

Centenário da(s) pequena(s) notável(is).




"Nasci em portugal, mas me criei no Brasil, e, portanto, considero-me brasileira. O local do nascimento não importa, nem sequer o sangue. O que importa é o que os americanos chamam de "environment", a influência do país e dos costumes em que nos geraram. Da minha parte sou mais carioca, mais sambista de favela, mais carnavalesca do que cantora de fados. O sangue tem uma certa importância sim, mas só no temperamento, não na maneira de sentir as coisas."

O trecho acima consta no Museu Virtual de Maria do Carmo Miranda da Cunha, mais conhecida como Carmen Miranda ou A pequena notável. Nascida em 9 de fevereiro de 1909, no Distrito do Porto, em Portugal, Carmen Miranda é uma das mulheres cuja história fascina e inspira.
Na época em que sua carreira projetou-se nos Estados Unidos, era uma mulher no meio dos grandes: "Nós, mulheres, precisávamos usar a mesma linguagem dos homens para sermos respeitadas".
Dona de um estilo sem igual, Maria do Carmo chegou em um país estrangeiro com um vocabulário bastante tímido. Suas perfomances, um tanto desinibidas para a época, e sua voz foram daquelas que pediram licença, entraram e ficaram.
Carmen é considerada uma das artistas mais bem sucedidas da Política de Boa Vizinhaça, criada nos Estados Unidos. Tal política caracteriza-se pela procura de parceiros na Segunda Guerra Mundial; uma das medidas foi incentivar a imigração de artistas latino-americanos. Com 46 anos de idade, em 1955, Carmen Miranda faleceu.
Além de toda a sua história de vida, o que não consta neste post, está a figura que ela representa. Força, vontade e conquista. O objetivo desse post é inspirar cada mulher a seguir em frente, pois somos muitas em uma só, logo, conseguimos.
Pequenas notáveis? Nada disso, Grandes Notáveis! O mundo que se cuide ;)
Beijos e ótimo início de semana!

1 de mai de 2009

Rio 2016: você concorda?

Hoje, dia 1º de maio, centenas de cariocas estão na praia de copacabana, vestidos de verde e amarelo, dizendo: "Eu quero Rio 2016!"
Sem dúvidas, o Rio é lindo.
No site da candidatura da cidade aos jogos olímpicos e paraolímpicos, muita cor e confiança. Na barra de índice do site, mais precisamente no link "A cidade", vem escrito:

"O Rio de Janeiro continua realmente lindo. A Cidade, cada vez mais Maravilhosa. Com suas belezas naturais, uma das mais belas orlas marítimas do mundo, formada por 14 praias, a alegria contagiante e acolhedora de seis milhões de habitantes espalhados por 159 bairros, uma diversidade e vida cultural única e efervescente, o cartão postal do Brasil recebe o mundo de braços abertos."


Eu gostaria de ver essa cidade recebendo pessoas de todo o mundo. Mas, de que adianta se essa mesma cidade não consegue tomar conta de seus próprios habitantes? De que adianta as praias de beleza exuberante, se existem bairros onde a infraestrutura é pior que precária? Problemas nas áreas de transporte, saúde e segurança? Não, imagina! Eu quero minha cidade recebendo toda a energia que os Jogos oferecem. No entanto, no dia 1º de maio eu iria à copacabana dizer "Eu quero minha cidade organizada!". Quem sabe amanhã, ou depois de terem pensado nesses "pequenos" poréns, eu decida incentivar.

By the way, 1º de maio? Ah sim! Parabéns trabalhadores ;)