6 de jun de 2009

ô coisinha tão bunitinha do pai.

Uma amiga minha veio aqui pra casa ontem. Me pegou de surpresa:
- Posso ir pra aí?!
- Vem pra cá!
Então tá.
Ela matou a aula do curso e foram cinco horas. Mas isso, perto do que a gente já passou, é uma vírgula. Ver a mesma pessoa por mais de cinco anos todos os dias no colégio vira um costume. E olha que nos últimos três anos era tempo integral. Colégio acabou... e não mudou nada :)
E desde quando hora é documento quando se trata de alguém do peito? Foda-se se são minutos. Minutos possuem valor existencial, certo? Comemos, rimos, lemos os meus diários, fofocamos sobre a vida alheia, pergunto como ela tá, eu conto sobre os meus anseios. E vai ser sempre assim :)
Amigo é melhor que namorado cara. Mas amizade de verdade, daquela que não precisa de photoshop, é como deve ser! Verdadeira mesmo eu conto na mão. E me orgulho dos dedos que posso contar. Cada um segue com a sua vida, e no dia que vocês marcam pra reunir as vidas novamente, o sentimento está intacto. A intensidade é a mesma.

Se papai do céu criou uma coisa bonita nesse mundo é isso.
Amiga, te amo :)

4 comentários:

  1. Amigos de colégio são as melhores pessoas para você carregar para vida toda.
    Te aturam logo pela manhã, passam mais tempo com você do que seus próprios pais, topam qualquer coisa idiota.
    To no segundo ano da facu e tenho muito contato com todos eles, como você disse colégio acaba e nada muda.
    É bom d-e-m-a-i-s!

    Beijão Renata

    ResponderExcluir
  2. Verdade Renata,
    Amigos são amores eternos, mesmo distantes.
    Quando perto, uma festa no coração.
    São laços eternos e verdadeiros, que não dependem de sangue nem condição social.
    Eu amo de paixão meus amigos!

    ResponderExcluir
  3. aaah bateu saudade...
    =,)

    concordo plenamente com vc...
    :)
    Beijos

    ResponderExcluir