9 de jun de 2009

Mas então, além da Amazônia...

Só xingando...


Estava eu, em meu santo sofá, assistindo ao Jornal da Globo que está passando neste exato momento. Eis que surge uma reportagem - que infelizmente eu não peguei maiores detalhes como nomes e a cidade - sobre a maior área de Mata Atlântica urbana e preservada no país, localizada no estado de São Paulo.
O repórter estava explicando que está se tornando muito frequente a aparição de verdadeiros quarteirões ou espaços, como o PEQUENO maracanã, em áreas onde antes encontrava-se a Floresta Tropical. Isso, devido ao fato de contruções irregulares, a exemplo de buffets (restaurantes), sítios para lazer, dentre outros pequenos luxos.
Uma entrevistada disse que quando as autoridades resolvem aparecer, é tarde demais. (Porque será né?)
Só que, o que mais me deixou tipo "hã?", foi o momento em que o tal repórter se passa por uma pessoa que quer montar um restaurante. Ele, então, resolve procurar uma pessoa que possa orientá-lo, já que a "suposta" área onde deseja instalar seu negócio é florestada. Surge a dona responsável, com o seguinte diálogo:

Repórter - Teria problema eu construir algo aqui nesse pedaço?
Dona - Não! Eu posso até sugerir um senhor que faz esse trabalho pouquinho por pouquinho. Sabe... Derruba umas árvores num dia, depois outras nos outros...
R - Ele não faz alarme...
D - Não pode fazer né? Senão você paga multa.
R - é né tem que desmatar..
D - Tem que desmatar! senão você vai fazer o que? Casinha de índio?

...

Gente, eu resumi o diálogo. Mas em suma, foram essas palavras.
Daqui a pouco a matéria deve estar no site do jornal:
http://g1.globo.com/jornaldaglobo/0,,16009,00.html

Não vou dormir feliz hoje.
1º - A dona vai continuar cagando, andando e ganhando dinheiro. (mesmo que ela seja presa, o que eu duvido)
2º - Além da dona, algumas pessoas vão continuar ignorando esse fato.

3º - Amanhã as pessoas irão comer no mais novo "Buffet" da cidade.

Olha que eu não preciso de bola de cristal pra saber disso.

(Pelo menos um pouquinho de verdade para o ínicio de mais uma terça)



5 comentários:

  1. Ainda esse caso, a mídia noticiou, há uma chance de ser resolvido. E os que a mídia não traz a tona? O que eu acredito ser a maioria. Infelizmente, isso só mostra o quão atrasado nosso país ainda é em quesitos tão simples, como a preservação ambiental.

    Quanto ao seu comentário no meu blog... Quem foi que disse que não vejo novela? Uhauhauh. Eu vejo sim e até gosto, mesmo porque sou/serei uma profissional de comunicação, esse é o meu meio de trabalho. Mas é que depois de fazer faculdade, você enxerga a manipulação de forma mais clara e o encanto se quebra. Você vai fazer jornalismo né? Então vai aprender isso também.. Já escolheu sua facu?

    Beeijos

    ResponderExcluir
  2. Acredito que ainda que nossa parte seja pequena devemos fazê-la. Não só denunciando, mas principalmente nas pequenas ações do dia-a-dia para preservar nossa bolinha azul.

    A Puc é uma ótima faculdade, com certeza vão abordar temas como esse lá. Eu faço Anhembi Morumbi, conhece?

    ResponderExcluir
  3. tive a mesma reação "hã?" q vc teve ao ler...
    não sei o qq passa na cabeça dessas pessoas... acho q é mosca...
    coitadas...de nós...

    x)

    ResponderExcluir
  4. Sou apaixonada pelo curso a cada dia mais! Aborda temas maravilhosos, me faz mais questionadora e crítica... engloba tudo que eu amo.

    Enfim, valeu a pena enfrentar uma família que me queria na engenharia..rs


    Beijão!

    ResponderExcluir
  5. Sério... tb fiquei embasbacada com isso ¬¬
    e a mulher falando como se fosse a coisa mais natural do mundo!!! REVOLTANTE, CARA!
    Pelo menos ainda tem alguém pra denunciar esse tipo de coisa! (pra alguma coisa além de alienar serve a mídia xD) Viva os jornalistas que expõem a verdade verdadeira para o mundo! \o/
    Beijos, amiga, e muita sorte na profissão!

    ResponderExcluir