15 de jul de 2009

Oi blog, cá estou :)


Feito por mim. Saudade de escrever.




O mundo parou para Sofia. Parou só para olhar aqueles dentinhos de leite, todos se exibindo. Naquele exato momento, o ar congelou. Os olhos dela brilharam como se tivessem visto calda de chocolate! Sinto uma semelhança... Seria coincidência ou ela realmente tem olhos da cor de brigadeiro? É um doce. Eu penso e sorrio comigo mesma. O fato de não conhecê-la, não impediu que eu a descrevesse. Afinal, esse é meu trabalho: fotojornalista. E o dela, bem, naquele momento a função dela era sorrir para a câmera. E a menina o fez com excelência, como se fosse exatamente aquela sua profissão. Me pego imaginando como seria fácil ganhar dinheiro por sorrir para a vida. Penso mais um pouco e descubro a verdade: ela o fez não pelo dinheiro, mas porque crianças carregam a simplicidade dos pequenos atos. Ela é feliz somente por sorrir, e sorri porque está feliz. Quando crescer quero ser igual a ela. Belo exemplo de vida. E lá vai a pequena novamente – “Sofia!” – parou para o mundo.

Um comentário:

  1. Voltou em grande estilo: escrevendo e fotografando brilhantemente.
    Que bom seria se todos os adultos pudessem resgatar o sorriso e a sinceridade da infância;
    o mundo com certeza seria um lugar mais prazeroso.
    Beijo Renata

    ResponderExcluir