27 de nov de 2010

A menina do quarto verde, Rua ladrilhada de brilhantes

Adoro ter insights. O chão é de madeira. Rústico e marrom, bem campo, do jeito que eu gosto. Na última vez que apareci por lá me pareceu menor que o meu atual (talvez fosse pelo fato dos fios não estarem conectados à nenhuma lâmpada e da primeira vez tinha o sol como visita). Não importa. Já sei os mínimos detalhes. Na parede esquerda vai ficar a cama, com uma colcha repleta de retalhos e almofadas muito brancas e muito coloridas (não necessariamente nessa ordem) ou então as almofadas serão coloridas de retalhos e a colcha... bem, a colcha eu penso (ou compro) depois. Tem que ter aquele móvel de madeirinha, bem estilo Pride&Prejudice. Um móvel com três gavetas e uma cadeira como enfeite. Em cima vai ficar o meu vasinho de uma única rosa, junto à minha Nossa Senhora, que será renovado à cada ciclo. O meu netbook baby, a minha canetinha, o meu espelho de duas caras, as minhas caixas de maquiagem e as pérolas de ontem que eu sempre uso hoje. Um pouco atrás dele, na parede da direita, vai ficar o meu closet armário branco-big-size-que-eu-não-sei-como-vou-fazer-pra-enchê-lo e fazê-lo ficar gordinho... Mas enfim, meu futuro armário, a.k.a as Big A., tem várias prateleiras, muitos cabides, muitas gavetinhas de metais e ele vai compor lindamente com a minha parede branca suja de verde. Porque, a propósito, ele não é inteiramente branco: ele é branco sujo de branco, ou aquele off-white das pessoas metidas à muito shopping e muita roupa. E AH! Na entrada para o meu banheiro, minha suihhhtiii, eu vou colocar uns ganchinhos e vou penduras minhas borboletas do show do Coldplay. Ou então, vou fazer decupagem delas na parede, estilo "grudemaíefiquemquietinhaSUAsLINDAs!"

Ai, gente... =)
estou inlove com meu futuro quarto. Ele não perde por esperar.
(Tampouco a dona)

Muáh. Muáh.